quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Mamadeira? Que nada!


É isso! Gabriel não pega mamadeira de jeito nenhum. Há semanas tentamos diariamente, mas nada de sucesso. É com chazinho, com leite artificial, com o meu leite, com bico achatado, redondo, grande, pontudo... Tentivas em vão, mas ainda não desistimos.

Tenho uma teoria. No primeiro mês, ele chegou a beber leite da mamadeira vez ou outra, porém depois que tentamos dar um remédio misturado com leite, já era, não pegou mais. Será que ficou a lembrança de que dali vem um gosto ruim? Hoje em dia, nem provar o que tem dentro ele quer. Parece mesmo um trauma.

Fico preocupada porque pretendo parar de amamentar quando chegar os 6 meses. Mas como? Gabriel só quer saber de peito, peito, peito...

domingo, 21 de dezembro de 2008

Papai Noel

Essa semana fomos ao shopping para as compras de Natal. Gabriel se comportou bem, apesar de ter ficado o passeio todo no colo, porque não quis de jeito nenhum sentar no carrinho.

Quando passamos na frente do Papai Noel, decidimos arriscar. Colocamos nosso baby sentadinho para um foto. E... Milagre! Gabriel não chorou. Deve ser o espírito natalino.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Papai Canguru


Gabriel não aceitou de cara andar de canguru, mas nesta semana, de bom humor, acabou fazendo nosso primeiro passeio. Aliás, ele tem gostado de andar nesta posição até sem o BabyBjörn. Eu o seguro com jeitinho e ele passeia no meu colo, olhando para frente e curtindo tanto quanto eu!

Mais um apelido


Depois dos pais, dos tios, dos avós, agora é a vez de Gabriel babar. Tanta espuminha na sua boca lhe rendeu um novo apelido: Capuccino ;-)

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

MUST HAVE - Top 6

Esses foram os 6 produtos mais importantes (aliás, eu diria essenciais) que compramos para o Gabriel:

1. Babá eletrônica com vídeo;
2. Cadeira da Fisher Price;
3. Rosito e aborígene (dois brinquedinhos que nos salvaram várias vezes);
4. Produtos da marca Carter's (toalhas de boca, de banho, cueiro, cobertor, mas principalmente as roupinhas, como os bodies e macacões);
5. Desitin (pomada contra assaduras);
6. Travesseiro de amamentação Boppy.

Está em ordem de importância. Vale como dica para outros pais.
.
(Rosito e Aborígene - os nomes foram escolhidos pelo Bruno)

Mamadas (desabafo)

Gabriel continua mamando de 3 em 3 horas. Já completou 4 meses e nada de mudanças, principalmente durante a noite. Eu e Bruno estamos exaustos. Me sinto um zumbi. Minhas olheiras estão pretas e profundas.
.
Tudo bem... Imaginei que ter um filho não fosse fácil, mas o Gabriel é duro na queda.
.
.
Cadê as tardes de passeio? Não, ele odeia carrinho.
Cadê as saídas a três (eu, ele e Bruno) para almoçar? Não, ele odeia sair de casa.
Cadê as visitas? Não, ele é anti-social.
.
Ok, ok... Mas somos MUITO apaixonados por ele mesmo assim. Gabriel é o melhor acontecimento e a grande felicidade de nossas vidas.

Meus grandes amores

Existe foto mais linda na face dessa terra?

Tia Garna

Mais uma titia veio nos visitar. Tia Garna conheceu um pouquinho da personalidade invocada do Gabriel. Presenciou um belo chororô, porém, mais importante: arrancou diversas gargalhadas do nosso filhote.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Começou a pegar

Estava nessa expectativa. Então, aconteceu. O papuça começou a agarrar os brinquedinhos e levá-los à boca, claro. Uma fofura.

(meu bravinho)

Queda de cabelo



Os cabelos do Gabriel estão caindo muuuuuuuuuuuuuito. No travesseiro, na cadeirinha, em todo lugar que ele deita, os fios estão espalhados. Ô meu carequinha...

sábado, 6 de dezembro de 2008

Gargalhada



Ele tem o sorriso mais gostoso e lindo que já vi na vida. E agora, começaram as gargalhadas.

Que delícia.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Mudamos de pediatra

Após inúmeras consultas para descobrirmos o motivo de tanto chororô do Gabriel, decidimos procurar outro pediatra.

Nada de dores, de refluxo. Nosso baby tem ataques histéricos porque é muito sensível e irritável. Ou seja, tem que ser tudo do jeitinho dele e nada pode incomodar, senão..... Buaaaaaaaaaa!!!

Será isso apenas uma fase? Tomara, meu Deus!

Peso e medida - 3 meses 1/2


Resultado da consulta mensal:

Peso: de 5,300kg para 6,520kg. Só no peito!
Medida: de 59cm para 62cm.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Primos


Como conseguir uma foto tranquila de dois bebês chorões?

Esse aí, ao lado do Gabriel, é o Luca, o priminho. Luquinha nem completou um mês.

Aniversário do papai


Esse ano o aniversário do Bruno foi mais do que especial. As velinhas do bolo foram sopradas com o presentão no colo. Tudo bem que o Gabriel não estava lá muito contente. Mas garanto que pro papai não teve dia mais feliz!

Roupinhas

Nosso galhinho está crescendo tão rápido. Já perdeu várias roupas que trouxemos de viagem sem ao menos usá-las. Achei que ainda estariam grandes.
Essa aí ficou certinha. Não é uma graça?

Babão


Gabriel descobriu as mãos. Agora, só quer saber de colocar os dedos na boca.








Além disso, vive fazendo bolhas com a saliva... E haja baba. Hoje ele usou um babador pela primeira vez.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Um dia pra se comemorar!


Pela primeira vez conseguimos almoçar fora com o Gabriel. Para isto, ele mamou antes, fez um passeio pelo shopping, encarou uma trilha bem turbulenta (para dar o soninho) e não deu trabalho algum. Só acordou na hora da conta, certamente para questionar a gorjeta! Que saídas assim aconteçam cada vez mais!

Tia Bruna com Gabriel

Titia veio nos visitar. Olha só como ela leva jeito. Segurou a cabeça do Gabriel direitinho.

Que soninho gostoso!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Babá

A idéia de ter uma babá nunca me agradou. Não sei se é trauma dos vídeos maldosos passados na TV ou a vontade de ser uma mãe dedicada 100%.

Durante 3 meses cuidamos do Gabriel sozinhos. Eu e Bruno nos desdobramos em quatro e fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para que não precisássemos de uma ajuda extra. A questão é que nosso filho nos venceu. Percebemos que estávamos cansados e estressados demais para seguirmos com a situação adiante, e então, estamos contratando uma babá.

O objetivo é que essa pessoa traga mais calma para a casa, para nós e, principalmente, para o Gabriel.

(Foto tirada na casa da vovó Ana. Gabriel está usando a camisa que foi do Bruno quando bebê. Liiiiiiiiiiiiiiiindos!!!)

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Refluxo

Que manha, que nada; Gabriel sente dor! Foi o que disse a pediatra que nos visitou ontem em casa. Por causa dos arrotos, golfadas, das perninhas esticadas e cabeçadas para trás, o diagnóstico foi refluxo. A medicação já começou e deve fazer efeito mesmo em uma semana.
(depois de tomar remédio)
.
Fiquei com uma peninha do meu galhinho. Estou torcendo para que ele fique bem logo e não sofra mais. Quero meu bebê feliz!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

No parquinho com a vovó Mara

Foi a primeira vez do Gabriel no balanço. Acho que ele estava gostando. Vejam o vídeo.

Até parece um anjinho...


Fato é que a rotina E.A.S.Y. só deu certo por uns dias. Isso quer dizer que os choros histéricos e constantes voltaram.
O motivo? Sono, cólica, azia, fralda suja, tédio, cansaço e outras cositas que ainda não descobrimos.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Apelidos...

Até o momento: galhinho, pacotinho, camaradinha, toni, caguinho, anjinho e punkinho.

(acho que ele não gostou muito)

Peso e medida - update

Gabriel "pulou" de 3,870kg para 5,300kg em 45 dias aproximadamente, ou seja, engordou quase 1,5kg. A crescida também foi boa: de 54cm para 59cm.

Segundo o pediatra, ele ganhou muito peso para o período, mas não está gordo. Gabriel nasceu prematuro e era muito magricelo.

Ainda assim, o resultado está um pouquinho de nada abaixo da média para a idade, mas, apesar disso, o conselho do médico foi para continuarmos assim!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Rotina E.A.S.Y

Há 3 dias o Gabriel segue o esquema da Encantadora de Bebês:
E = eating
A = activity
S = sleeping
Y = you

Estamos gostando. Pelo menos nosso dia está programado e conseguimos arrumar tempo para comer, ir ao banheiro, tomar banho e até tirar uma sonequinha. O mais importante, porém, é que o Gabriel ficou mais calmo. Os choros histéricos diminuíram 90%.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Tummy Tub

A idéia do baldinho é simular o ambiente do útero da mãe. Na loja a vendedora disse que faz o maior sucesso por melhorar as cólicas dos bebês.
Na internet descobri que um balde San Remo é igualzinho e custa 1/10 do preço. A vovó Ana nos deu um de presente e decidimos testar. Afinal, Gabriel adora tomar banho.



Apesar da carinha fofa, a banheirinha não foi aprovada por ele. Logo após o momento da foto, começou a chorar.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

E a novela dos olhos continua...

A conjuntivite voltou.

Cadê o meu caguinho?

Gabriel, que costumava sujar uma fralda a cada 3 horas, tem feito cocô uma vez por dia. Até supositório já foi necessário. =/
E tem mais: o que antes era líquido, se tornou viscoso.

A mudança aconteceu há pouco mais de uma semana. Por um momento pensei que os 2 chocottones e os 4 mega-potes de doce de leite que devorei nesse período tivessem sido a causa da prisão de ventre, mas não. Nos últimos dias não pirei na comilança e a situação continuou a mesma.

Agora, a dupla "Caguinho e Cocozuda" está desfalcada. =(

sábado, 11 de outubro de 2008

Madrinha e Padrinho

Apresento a vocês duas pessoas muito especiais pra gente (eu e Bruno) e mais ainda para o Gabriel:

A madrinha-titia e o padrinho-vovô. Dois babões. =)

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Sling

Nunca achei esse negócio muito interessante. O bebê fica lá dentro, todo desajeitado. Fora o fato de não ser nada atraente esse pano enrolado no nosso corpo. Pois bem, acabei me rendendo.

Coloquei o Gabriel no sling e fomos comprar frutas e legumes. Para o menino entrar ali foi uma dificuldade. Ele chorou... Quase desisti. Porém, segundos depois, ficou quieto e adormeceu. Não viu nada do "passeio". Será que gostou da redinha nova?

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Berço

Essa semana Gabriel começou a dormir no berço. O carrinho, que antes ficava ao lado da minha cama durante a noite, agora serve somente para os passeios. Coincidência ou não, temos dormido melhor, e acho que ele também. Essa noite o intervalo entre as mamadas foi recorde: 6 horas!
Um ítem que tem sido fundamental é a babá eletrônica com vídeo. Qualquer ruído estranho, basta uma olhadinha e ficamos tranquilos. Não vivemos sem ela.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Interação

Preciso registrar que o Gabriel está começando a perceber o mundo. O olhar já nos acompanha e as reações são as mais variadas quando conversamos com ele. Que delícia, que felicidade. Chego a me emocionar.

O móbile da cadeira de balanço também virou atração.

É um amor que não tem tamanho o que sinto pelo meu bebê.

Bilirrubina indireta... WTF?!

Como, nos modernos dias de hoje, um bebezinho tem que tirar sangue do braço, igual a um adulto? E como uma enfermeira ousa dizer que existe a possibilidade de picá-lo mais de uma vez por causa da veia, que não está evidente? Pobrezinho do Gabriel.


Ontem, ele teve que fazer um exame de sangue. A icterícia ainda não foi embora. O resultado já saiu: a bilirrubina indireta está elevada. O que isso quer dizer? Não tenho idéia. O pediatra explicou quase tecnicamente e eu entendi o final: não é grave nem preocupante. =)

Vou dar um pulinho no google, claro, para me informar melhor.

Conjuntivite

Desde que nasceu, o olho esquerdo do Gabriel apresentou secreções. O médico pediu para aguardar um pouco, pois é algo comum entre os bebês, mas o tempo passou e nada mudou.
.
No consultório do oftalmologista, o diagnóstico: saco lacrimal entupido.
.
Para rompê-lo foi nos ensinada uma massagem. Pronto! Desde aquele dia (há uma semana) nada mais saiu do olhinho esquerdo do meu filho.
Porém, antes de ontem, o olho DIREITO começou a inchar e a sair secreção. Logo percebemos que se tratava de algo diferente e desconfiamos de conjuntivite. E nosso palpite estava certo. O médico pediu para colocarmos colírio por 6 dias.
.
Tomara que depois desse período, a novela dos olhos acabe.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Meus dois amores

Enfim, quando conseguimos tirar uma soneca, já está na hora de acordarmos para o banho de sol do Gabriel.

Achei a cena apaixonante e tive que registrar esse momento.

Notícias

Essa semana levamos o Gabriel para tomar a segunda dose da vacina Hepatite B. Coitadinho, como ele sofreu. O Bruno chegou a ficar com os olhos cheios de lágrimas. O pior é que mês que vem tem outras duas e parece que são ainda mais doloridas. =(

Nosso filho está ótimo. Ainda um pouco amarelinho da icterícia, mas nada demais.

À noite tenho conseguido dormir melhor. Ele, muitas vezes, dá um intervalo de 4 e até 5 horas entre uma mamada e outra. Em compensação, durante o dia a situação está negra. Só quer saber de colo. Meu ombro e punho esquerdos estão acabados.

As cólicas continuam e a contagem regressiva para a chegada do terceiro mês também. Dizem que depois desse período, os bebês não sofrem mais com tantos gases.

Essa foto eu tirei hoje, logo após ele pegar sol. Reparem o cabelo como está grande e ainda no estilo punk.


Meu menino lindo!

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Meu peso

Engordei 18 quilos com a gravidez. Apesar do excesso, não me senti gordona e as pessoas diziam que nem parecia que eu estava tanto acima do peso. Não me preocupei com nada. Comi TUDO que tive vontade; e agora tenho que cuidar do prejuízo.
.
Passado um mês, 13 quilos já foram embora. Ainda faltam 5. Torçam por mim!

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Registro rápido: peso e medida

Nosso galãzinho está pesando 3,870kg. Isso quer dizer que engordou bastante (uns 650g) desde a última consulta com o pediatra, há 20 dias. Também... Me sugando desse jeito, só poderia dar nisso.

Ah, ele aumentou 4 centímetros. Está com 54cm... E uma mãozona! =)

Minha vida de 3 em 3 horas

Nunca tinha parado para pensar como ficaria minha vida fracionada. Posso dizer agora que chega a ser neurótico. Contando que cada mamada dura uma hora, me sobram duas para administrar a vida. Isso se tudo correr bem, ou seja, se ele mamar e dormir. Não vamos levar em conta o banho, as trocas de fraldas e as malditas cólicas, que tiram qualquer mãe do sério.

O tempo livre é basicamente dedicado a idas ao banheiro, MEU banho, alimentação, curativo da cesária e sono.

Ah... Como é bom dormir. Mesmo que a noite seja curta e parcelada, cada minutinho de sono é valorizado. Não sei o motivo, mas quando durmo por meia hora, parece que passou um tempão. O lado chato é que só a mente reconhece isso. O corpo continua cansado.

O Bruno tem ajudado bastante, mesmo com pouco tempo. Durante a noite, é ele quem fica com o Gabriel e quando o leva para mamar, eu ganho um monte de carinho.

Tenho que ir. Chegou a hora de ver se a fralda está cheia. Quem sabe consigo um tempinho de novo amanhã...

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Quase 1 mês

A minha ansiedade me trouxe ao blog. Em dois dias Gabriel completará 1 mês. Me pergunto o quanto ele cresceu, já que é difícil ter uma noção quando estamos 24 horas juntos.

Quem quiser conferir, segue uma fotinha.



É ou não a coisa mais linda da vida?

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Diário de um pai de primeira viagem

Cinco e meia da manhã.

Achei que com a mamada das 3 da matina o Gabriel fosse dormir. Ele sempre dorme melhor quando está mamado. Aliás, só agora percebo que a expressão "fulano tava mamado" - bebeu demais - é uma de uma analogia sem igual! Ou quase! Gabriel não queria dormir. São gases, eu imagino. Levanto-o tento ajuda-lo. Continua chorando. Talvez seja a fralda. De fato, estava suja. Troco-o com um pouco mais de destreza que nos primeiros dias onde minha camisa era sempre alvo de um jogo de paintball (só que não era tinta que ele usava..). Ele não reclama na troca e eu respiro aliviado. Era isso! Pronto! Agora, tá limpinho, Vai dormir sossegado. Pura ilusão. Não, também não era fome. Não podia ser! Talvez um pouco de atividade. Senta na cadeirinha de balanço, meu filho. Cinco minutos depois...choro! Da cadeirinha foi pro colo, do colo pro berço, do berço pro ombro, de volta pra cadeirinha. Cantei músicas, sussurei, no final já estava implorando: Dorme, Gabriel! Enquanto isso, Fernanda tentava dormir no quarto. Decidi ficar com o carrinho na sala, deitei do lado e vi que ele amansava com a chupeta. O problema era que ele cuspia a dita cuja a cada 5 minutos. O jeito foi dormir com o braço já estendido no berço. Ao menor choramingo, lá estava eu pronto pra devolver ao dono. Foi assim que apagamos. Finalmente ele dormiu. Até demais. Fui acordado às dez com a Fernanda me perguntando como nós dois estávamos dormindo tanto! Sete horas sem mamar! E a fralda! E tome bronca! Você está sem trocá-lo desde as quatro? E lá estava o Gabriel do meu lado, alheio a tudo isso, com uma cara de anjo embalado no sono dos justos!

Cada dia, uma surpresa. Como se não bastasse, o trabalho apertou e tenho que entregar um projeto gigante até do dia 20 sem sábado, domingo ou feriado! Chego atrasado, o pessoal sabe o que estou passando e tem sido compreensivo. Nem ligam pra casa depois das oito. Tem dias em que me arrasto pro trabalho, zumbi mesmo.

No entanto, quando chego em casa, quando olho naqueles olhos pequenos, quando lhe dou banho, pareço estar me lavando de todo o dia carregado que tive, quando vejo minha mulher o amamentando, me alimento também da pureza de seu sorriso, quando penso na felicidade que tenho em casa, choro. Ele veio para acabar com toda as minhas energias mas, ao mesmo tempo, parece me dar muito mais forças para tudo. Pai de primeira viagem, feliz pela estrada que tenho à frente.

Te amo, querida; te amo, meu filho

Bruno

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Vacinas

Hoje Gabriel tomou duas vacinas (Hepatite B, BCG) e ainda fez o teste do pezinho. O Bruno teve que segurá-lo, pois não consegui nem ficar na mesma sala. "Tadinhoooooooo."

sábado, 23 de agosto de 2008

O primeiro dia em casa

Bruno tinha viajado. Estava sozinha. Passamos a noite anterior preocupados com a alimentação do Gabriel. Como ele não queria pegar o peito de jeito nenhum, nos rendemos ao leite artificial. Isso me incomoda horrores. Mas fazer o q? Deixar o bichinho com fome? Não dá.
Durante o dia, a mesma novela e mais uma vez leite de latinha. Chorei de mansinho para que meu bebê não percebesse e ainda com os pontos da cesária, peguei um táxi e fui ao médico pedir socorro. Na consulta nem ele conseguiu fazer com que o Gabriel mamasse. A solução foi chamar em casa uma "personal peito". A mulher é mágica. Conseguiu com tranquilidade fazer com que ele sugasse, sem manobras especiais. Depois de uma hora as mãos de fada foram embora, e quem disse que EU conseguia amamentá-lo? Fracasso total.
Finalmente encontrei uma saída na sugestão do pediatra: bicos de silicone. Assim, o Gabriel pegou mais rápido, ou melhor, menos lento.
Agora estamos bem.

Umbigo

Nesta quinta o umbigo caiu. Foi na consulta do pediatra. O Bruno guardou. Onde? Nem eu sei.

Gabriel engordou pouco mais de cem gramas e cresceu 2 centímetros. É um bebê saudável e lindo, claro. =)

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Ia esquecendo

Gabriel nasceu no Dia dos Pais.
Dias antes havia comprado para o Bruno uma sunga, mas claro, ele acabou ganhando um presente muito melhor!

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

O Parto

É a primeira vez que entro na internet depois do parto. O Gabriel parece calmo, mas confesso que o primeiro dia em casa foi o caos. De lá pra cá se passaram 3 dias, mas depois eu conto essa história. Primeiro vou relatar o parto.

Sábado, 10 e pouco da noite. Estava eu deitada na cama vendo um jogo qualquer das Olimpíadas quando senti algo estranho. Fui ao banheiro e vi. Era a bolsa que havia rompido. Chamei o Bruno (que graças a Deus estava em casa) e disse: "é a bolsa". E ele: "é o tampão". Expliquei que tampão parecia uma clara de ovo e o que saía de mim era como água. Entrei no banho tremendo de medo e o Bruno ligou para o obstetra. Confirmamos: era a bolsa mesmo. O médico me pediu para aguardar a chegada de alguma dor, pois não sentia nada além de uma leve cólica.

A hora limite de espera era 6 da manhã. Esperamos até esse horário e nada de contrações. Chegamos até a dormir, vocês acreditam? Nem eu. Surreal.

Fomos à maternidade. E a água continuou a descer. Lá, meu obstetra fez o toque e disse que não tinha nem um centímetro de dilatação. Ou seja, CESÁREA.

Fiquei triste. Chorei. A gravidez foi toda tão perfeita, o Gabriel tão saudável e no final isso. Mas ok, tive que me conformar que não seria parto normal.

Conheci o anestesista e as médicas assistentes que participariam da operação. Logo fui levada para a sala de cirurgia. O Bruno, sempre ao meu lado, me deu muito apoio. Ele ficou tão lindo com aquela roupa de hospital. Ah, como eu amo meu marido!

Bom, recebi a anestesia e foi ótima. Não senti efeito colateral ou dores. Nem antes, durante ou depois. Nota mil! O Gabriel nasceu rápido. Foi constatado que o cordão estava enrolado ao pescoço. Para fechar a barriga demorou. Foram uns 40 minutos.
A emoção de ver o filho da gente, não tem explicação. O Gabriel foi colocado numa caminha e examinado pelo pediatra. Após alguns minutos o recebi em meus braços. Desajeitada, mal consegui segurá-lo. Eu e Bruno nos olhamos emocionados. Nosso filho... A coisa mais maravilhosa que já vi na vida.


Fui para o quarto e Bruno seguiu o Gabriel até o berçário.

Não há uma razão para o fato da bolsa ter rompido com 37 semanas. Também não se sabe o porquê do nascimento prematuro. Mas fomos abençoados. Nosso bebê não precisou de UTI e nasceu com capacidade pulmonar normal.

No quarto comemoramos o primeiro aniversário dele.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Cheguei!



A bolsa estourou às 22h de sábado. Não havia trabalho de parto e aguardamos em casa pelas primeiras contrações. Após 7 horas, elas ainda não tinham vindo. O obstetra então nos pediu para ir pro hospital. Ao chegarmos, ele nos informou que seria uma cesária, não dava mais para esperar. O parto foi tranqüilo, anestesia perfeita e o nascimento, como não poderia deixar de ser, emocionante. Gabriel nasceu chorando muito, com 3,270 Kg, 48 cm e o cordão em volta do pescoço. Por isso é que ele não conseguia descer ao colo para o trabalho de parto. Se fosse natural, teríamos tido uma cesária de emergência. No fim, tudo correu bem, tivemos o dia dos pais mais lindo do mundo e tudo é só alegria. fraldas, sorriso, peitos....

domingo, 10 de agosto de 2008

A bolsa rompeu

Em breve mais notícias.

sábado, 9 de agosto de 2008

Carta para uma barriga (a dela, não a minha)

Ao longo dos meses, acompanhei você crescendo com admiração e uma ponta de orgulho. Nos primeiros, tímida, sem dar muito na vista, você até era alvo de reclamações. "Por que ela não cresce?" era a pergunta que meu amor mais fazia pra mim. Com o tempo, deu para perceber sua presença em roupas descartadas, outras adquiridas; você é quem dizia o que deveria ser vestido e como. Vieram os pinotes, chutes, pontapés, viradas, os exames de ultra-som pra ver quem estava aí dentro. Agora, nove meses depois, está chegando a hora de nos despedirmos de ti. Noto que está mais baixa e se preparando para isso também. Nem sei se conseguiremos tirar mais uma foto para mostrar seu tamanho, mas uma coisa tenho certeza: você é a mais linda barriga que já vi!

Nove Meses E Meio de Amor

Filme estrelado por este galãzinho abaixo, sucesso de bilheteria. Quando ele aparece na tela, ninguém pisca! No roteiro surpreendente, a mocinha não fica com ele no final, mas todos vivem felizes para sempre. Em breve na nossa locadora!

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Pés inchados

Acho que o peso e o tamanho da barriga estão dificultando a minha circulação. Ou a causa do look fofão seria a retenção de líquidos?
Durante a gravidez vi meus pés crescerem em largura e comprimento. Os sapatos pararam de servir a partir do quinto mês, mas foram poucas as vezes em que fiquei inchada.
O quadro agora é outro. Há uma semana não vejo mais aqueles ossinhos da lateral. Estou fazendo drenagem linfática para melhorar o problema, que deve me acompanhar até o nascimento do Gabriel.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Decidimos

Gabriel vai nascer na Casa de Saúde São José. Por quê? Ah, sei lá. Feeling.

sábado, 2 de agosto de 2008

Visita

Hoje recebi minha irmã linda em casa. Ela também está grávida, mas com dois meses a menos. Assim como eu, aguarda a chegada de um meninão.

O encontro foi uma delícia. Conversamos e tiramos fotografias. Podem conferir.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Noite do Cão

Estava me achando uma privilegiada porque as minhas noites estavam tranquilas, bem dormidas, apesar do barrigão. Acho, porém, que esse tempo acabou. O Gabriel está forte, grande e quem sofre com isso são os meus órgãos internos. Essa noite dormi pouquíssimo. Os movimentos eram constantes e muito incômodos. Cheguei a ficar enjoada. De madrugada não aguentei e saí da cama. O Bruno também acordou e me deu apoio moral. A festa continuou a todo vapor dentro da minha barriga. O dia já estava claro quando voltamos a dormir.

É... parece que o descanso pleno acabou.

Presente Especial

Ganhamos de um fã do Biquini, o Affonso, um CD com mais de 30 canções infantis que são o máximo! Todas com o nome "Gabriel" na letra. São músicas conhecidas como "Atirei o pau no gato", "Cai cai balão", "Marcha soldado"...

Segue um pedacinho de uma das letras:
"Se essa rua, se essa rua fosse minha
Eu mandava, eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas, com pedrinhas de brilhante
Para o Gabriel, para o Gabriel passar..."

Adoramos o presente.

terça-feira, 29 de julho de 2008

Casa de Saúde São José

Ontem visitamos a nossa segunda opção de lugar para o nascimento do Gabriel. Em comparação com o quarto que vimos na Perinatal, gostei mais do da São José. Ainda estamos indecisos.



Tive também uma consulta rápida com o obstetra para fazer o "toque". O útero está fechadinho. Parece que o parto não acontecerá nas próximas duas semanas.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Cardiotocografia

Ontem fizemos um exame para saber como está o coraçãozinho do Gabriel. Resultado: nota dez, perfeito! Obrigada, Deus!
.
Na consulta descobrimos que já estou tendo contrações, mas ainda não consigo perceber. São as tais contrações de Braxton Hicks. O médico disse que vão ficar cada vez mais frequentes. Vou observar.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

sábado, 19 de julho de 2008

Lembrança do nascimento

Confesso que não ia comprar nada para minhas visitas na maternidade. Pô, quem está carregando uma barriga por quase nove meses sou eu! Sinto dores, durmo mal, meu corpo está irreconhecível e ainda vou encarar um parto!!! Quem merece presente, hein?

Ok, mas não resisti quando vi essas lembrancinhas decoradas com sapatinhos azuis. Aqueles que acharem o potinho inútil, pelo menos podem comer uma jujuba. ;-)

Ok, ok, eu desisto!

Na porta de entrada para o nono mês estou abandonando a ginástica. Fato é que nos últimos dias eu já não fazia nada mesmo. Me arrastava na tentativa de executar algum movimento completo e sentia uma canseira que me satisfazia. Mas nem isso acontece mais. Pareço uma baleia encalhada. A perna não vai pro lado, as mãos não tocam nem nas canelas e está tudo MUITO pesado.
Espero que o tempo de malhação me ajude na hora do parto e tenha contribuído para a nossa saúde (minha e do Gabriel) nessa gestação. Afinal, foram esses o objetivo. Porque a parte estética, hahahahaha.... Sem comentários. Cuidarei disso depois do nascimento.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Quatro coisas que quero ensinar pra você, Gabriel:

1-A primeira é bem simples: o mundo é maior que uma barriga, bem maior que este quarto, mais extenso que o parque, mais bonito que você imagina. Mal posso esperar para te mostrar novos amigos, bichos, gostos, água fria, areia quente, cheiro de chuva chegando, de tangerina no ar, de estrume de vaca, te mostrar o que é uma vaca, gosto azedo, água do mar, quem sabe neve, alto do morro, nuvens no céu.

2-Chamamos de dentes estas perolas brancas que escondemos por trás de nossas bocas. Não mostramos para qualquer pessoa, ou por qualquer motivo, mas pra você, sempre estarão visíveis. Com o tempo, você também as terá e sempre que mostrar para nós, nos também mostraremos pra você.

3-Medo faz a gente tremer, suar, chorar, até fazer xixi; mas sempre que você se assustar, lembre-se que você não está sozinho, que estamos sempre contigo, te apoiando em todos os momentos, mesmo que, por algum motivo, não estejamos exatamente do seu lado.

e finalmente, se um dia na escola te perguntarem o que seu pai e sua mãe fazem
diga-lhes apenas que "ele, assim como eu, faz as pessoas felizes ao seu redor" e ela "faz todo mundo saber o que está acontecendo". É o que um cantor e uma jornalista fazem.

terça-feira, 15 de julho de 2008

Os donos da fazenda

Como os animais são o tema do quarto, esse quadrinho veio bem a calhar para a porta de entrada. Chegou hoje e já penduramos. Ficou tão fofo.
No dia do parto vamos levá-lo para a maternidade.

Ele virooooooou!!!

Está tudo tão perfeito! Na ultra-sonografia de hoje vimos que o Gabriel está na posição cefálica, ou seja, a cabeça já está lá embaixo. Fiquei tão feliz. Obrigada, meu Deus!
.
Ficou comprovado também que será um bebezão. O peso já passa dos 2kgs, o que é considerado acima da média para o meu tempo de gestação. Vale lembrar que os pais não fazem o estilo mignon, né?
O importante é que nosso filho está com saúde, com os batimentos cardíacos normais; e que a placenta apresenta grau zero de maturidade, como deve ser.
.
Bom, parece que o Gabriel vai crescer, ou melhor, engordar bastante ainda. Aguardem para saber o quão grande pode ficar minha barriga em um mês.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Metade do Oitavo mês

Hoje tivemos mais uma consulta com o obstetra. A partir de agora as visitas serão quinzenais. O médico disse que o colo do meu útero está ficando rasinho, se preparando para a chegada do Gabriel. Se continuar assim, teremos uma grande chance de ter um parto induzido, o que seria perfeito, pois garantiria a presença do Bruno na hora H. Tudo é incerto ainda, mas vamos torcer.
.
Aliás, vamos torcer primeiro para o Gabriel estar na posição certa para um parto normal.
No exame o Dr. Julio apalpou minha barriga e disse que parecia que o bebê não havia virado, ou seja, que o Gabriel estava sentado. No entanto, quando ele fez o toque, sentiu muito "duro" para ser o bumbum. Conclusão: ou o Gabriel realmente virou e está na posição certa, ou ele tem uma bundinha bem dura. =)
.
Só na ultra teremos certeza, e será amanhã. Nossa, quanta expectativa!

domingo, 13 de julho de 2008

Gabriel Rules!


Já estava na hora do Gabriel ter sua primeira camisetinha preta de roqueiro. E achei esta aqui maravilhosa. Sex, MILK, and Rock and Roll! Yeah!!! Holy Mothersucker!!!

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Circuncisão

Ontem conversei ao telefone com o Dr. Cleber Anderson. Ele é o médico que operar o Gabriel. Fiquei sabendo do seguinte: a cirurgia vai acontecer 48 horas após o nascimento, provavelmente no dia de saída da maternidade. O bebê vai receber anestesia local e a operação é feita sem pontos. É colocado um anel, que cai sozinho depois de aproximadamente sete dias.
Nossa, que nervoso. Me dá uma peninha. Mas sabemos que estamos fazendo o melhor para nosso filho. Tomara que o Bruno seja mais corajoso nesse período para as trocas de fralda.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Lembrança da gravidez

Ficou pronta a foto que fizemos em um estúdio aqui no Rio. Nós estamos tão felizes e serenos. Fico emocionada. A felicidade eu sei que vai aumentar ainda mais com o nascimento do nosso menino, mas a serenidade... vai depender. =) Tomara que ele seja calminho.

Últimos detalhes

Essa semana finalizamos o enxoval do Gabriel. Compramos mais algumas calças, conjuntinhos, protetor de carrinho, saco para bebê.... E os últimos ítens da decoração.
Quem resiste?