sábado, 19 de março de 2011

O primeiro teatro

Com 2 anos e 7 meses resolvi arriscar uma tarde na peça de teatro "Topetão". Perguntei se ele queria ir e, empolgado, dizia que sim. Acreditei que realmente havia chegado a hora: meu filhote estaria entrando para o mundo das peças infantis.

Ledo engano... Nos primeiros dez minutos estava tudo lindo. Gabriel entretido, risonho... Eu estava feliz percebendo a sua empolgação. Porém, foi aparecer o personagem "mau" para ele agarrar meu pingente e dizer: 'quero ir embora'. Eu tentei consertar falando que era igual a bruxa do João e Maria, mas acho que isso só piorou as coisas, porque ele respondeu assim: "não quero ir pra gaiola".
.
Tentei distrair, explicar que o bruxo era de brincadeira, mas ele ficou com medo mesmo. Não teve jeito; fomos embora. De qualquer maneira, valeu a tentativa. Me diverti vendo a felicidade dele em diversos momentos.
.
Ah, fomos com a amiguinha Manu!


quinta-feira, 10 de março de 2011

Uma tarde no Hot Zone

O recesso da creche nesta semana me permitiu passar mais tempo com o Gabriel. Como ele está lindo, falante e interagindo com todos à sua volta! Passeamos pelo Parque Lage nesta terça e hoje, quarta feira de cinzas, fomos ao Hot Zone. Conforme ele vai crescendo, vai tomando mais gosto por brinquedos eletrônicos. O Hot Zone é um paraíso ainda a ser explorado, o que não me parece ser um bom negócio. As fichas acabam em segundos! ;-) Por outro lado, o sorriso dele fica eternizado em mim.
O video abaixo mostra apenas um de seus momentos fenomenais aprendendo a jogar chapéu mexicano. A trilha sonora é do The Who: The Kids Are Alright (sim, kids: eu e ele!)



quarta-feira, 9 de março de 2011

Cantando...em inglês!?!

Tudo começou com o iPad da Fernanda. Navegar no YouTube com ele é muito fácil e Gabriel logo aprendeu a mexer no bicho. Ao ver o tema de seu programa favorito (Hi-5, do Diskovery Kids) ele notou que o YouTube fornecia sugestões e tratou de vê-las. Moral da história, aprendeu a cantar o tema em inglês e até espanhol! Tudo de ouvido! Abaixo, o tema original e ele cantando a letra:


FIVE IN THE AIR
LET'S DO IT TOGETHER
FIVE TO THE SIDE
WHO CARES ABOUT THE WEATHER?
FIVE ON THE FLOOR
THE PARTY'S ON AT YOUR PLACE
FIVE TO THE FRONT
THERE'S A SMILE ON MY FACE!
HI! HI! HI! HI! HI!
TOGETHER
1 2 3 4 HI 5!
1 2 3 4 HI 5!
1 2 3 4 HI 5!
Hi... FIVE IN THE AIR LET'S DO IT TOGETHER
HI5!



segunda-feira, 7 de março de 2011

Carnaval!

A creche ensinou um monte de sambas para a criançada e Gabriel chegou em casa cantando Lata D'água Na Cabeça. Afinadinho, este menino ;)

domingo, 6 de março de 2011

Primeiro bicho de estimação

Hoje compramos um peixinho. O nome? CORAL, referência ao peixe que faz a "mulher" do Nemo no desenho/filme. Eu me pergunto até quando vai sobreviver.
Assim que chegamos em casa, eu e Gabriel preparamos o pequeno aquário com pedrinhas brancas. Depois, cortamos o saco plástico e o colocamos lá. Alimentamos também o bichinho, que comeu tudo rapidamente. Gabriel já queria dar mais, porém expliquei que se comer muito, morre. Não sei o que ele entendeu disso tudo. Vamos ver... Aguardem notícias.

sábado, 5 de março de 2011

Lençol para cobrir

Parece que bebês e crianças bem pequenas não curtem se cobrir. No entanto, tenho que registrar: Gabriel começou a "tolerar" o lençol sobre o corpo. No entanto, após adormecer, sai tudo do lugar, ou seja, ele não está mais coberto. =/

quarta-feira, 2 de março de 2011

Chapeuzinho Vermelho

Essa é a história da vez. Eu conto com algumas adaptações. Por exemplo: o lobo é louco pra comer o bolo e o pão de queijo da cestinha da Chapeuzinho e não quer nem saber de comer vovó. Ele adora o lobo guloso!

Noite passada contei a história de João e Maria. Nem eu lembro direito, mas inventei lá uma casa de biscoito, uma velhinha que mantinha bichos em gaiolas e ele ficou super atento. Acho que gostou também. ;-) BlogBooster-The most productive way for mobile blogging. BlogBooster is a multi-service blog editor for iPhone, Android, WebOs and your desktop

Cabelos curtinhos de novo

Gabriel ainda chora para cortar, mas, aos poucos, está percebendo que não dói. Ele já conhece o Silva, o cabeleireiro, e fala muito sobre ter que molhar o cabelo com o borrifador antes do corte.

A franja já estava caindo nos olhos. Foi assim que o convenci que tínhamos que ir. Agora, quando ele vê algum boneco ou alguém com cabelos sobre os olhos, diz: "tem que cortar, tem que ir no Silva".