quarta-feira, 28 de maio de 2008

A Nova Unidade Familiar

Daqui a pouco me despeço de um dos principais papéis da minha vida: o de ser filha. Claro que vou continuar tendo meus pais queridos, mas a partir do momento em que o Gabriel nascer, serei muito mais mãe do que filha. Uma nova fase.
A sensação é de que sempre falta um pouco mais (de tempo, de experiência, de maturidade) para ficarmos totalmente prontos. Dá um medo... Com um leque de possibilidades de educação, espero cometer mais acertos do que erros.
Um brinde com muito amor ao novo trio que está para se formar: eu, Bruno e Gabriel.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Meu Amor na Ultra



Foto tirada por um futuro papai super orgulhoso. Meu amor, parabéns por você ser desde já a mãe dedicada e preocupada com todos os detalhes de nosso filho. Você tem vivido intensamente cada momento desta gestação. Eu sinto, nem sempre expresso, mas me emociono com seus olhares pras roupinhas, sua pesquisa pra ver o que podemos dar de melhor pro Grabriel, seus carinhos na barriga. Entre viagens, trabalho, stress, sei que muitas vezes perco estes momentos e me cobro muito pra que eu saiba dar mais carinho, amor, risos, tudo que você e ele merecem. E torço pra que consigamos sempre mais. Esta alegria é só começo de tudo. Te Amo.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

A carinha dele



Graças a ultrasonografia com 3-D já é possível termos uma idéia de como ele será. Pelo visto, vai puxar muito a mãe.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Primeiro show do Gabriel

Neste fim de semana, aproveitei que faria um show pertinho, em Nova Friburgo, e fui com minha mulher. Para mim foi um momento especial por se tratar do primeiro show do Gabriel, ainda na barriga, mas com certeza ouvindo o som e sentindo as luzes. Cantei muitas músicas pra ele e pra minha mulher amada. Fernanda disse que ele dançou bastante! Quando ele nascer, vai levar um bom tempo para me assistir novamente, já que é tarde, barulhento, tumultuado ... mas acho que foi pra isso que inventaram o DVD, né?

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Pediatra

Essa semana conheci o médico que vai cuidar do Gabriel. Gostei muito! A consulta durou uns 40 minutos. Ele me deu várias dicas de remédios que devo comprar, travesseiro e até uma concha para armazenar o leite do peito.
Conversamos sobre a circuncisão e ele indicou que a operação aconteça logo na maternidade. Tadinho do meu filhotinho... Vai nascer e já vai sofrer uma cirurgia. Mas o médico disse que o procedimento é simples e que o melhor mesmo é fazer assim que nasce.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Dia das Mães

Esse foi o meu primeiro dia das mães como mãe. Mas em vez de pensar em filhos, me lembrei da minha avó, ou melhor, de como a minha mãe deve pensar na mãe dela.

Ser mãe...
Ano que vem o Gabriel já estará nos meu braços. Nossa! Não vejo a hora de olhar para a carinha dele. Será que vai ser cabeludo? Ou loirinho como eu quando criança? Na verdade, o que quero mesmo é que ele venha com saúde!

O livro abaixo eu ganhei de presente pelo meu dia (fiquei toda boba)! Diz a minha mama que é ótimo!

sábado, 10 de maio de 2008

Livros

Estou acabando de ler os dois livros que comprei no início da gravidez: "O que esperar quando você está esperando" e "Os segredos de uma encantadora de bebês".

O primeiro é sobre a gravidez. Muito interessante, fácil de ler, em formato de perguntas e repostas.



O segundo ensina como lidar com o neném, no caso da alimentação, do sono, das atividades... Parece mesmo um manual, mas estou gostando e acho que aproveitarei várias dicas, como a "mamada dos sonhos". Segundo a autora, as mães devem dar o peito à noite, antes do neném acordar para a mamada seguinte. Assim, os pais ficam com mais tempo para descansar.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Desejo de grávida

Não sei se posso dizer que tive realmente algum desejo; pelo menos até agora.
Sinto, sim, vontade de comer coisas que antes não ligava muito. Tem sido difícil resistir às azeitonas, aos pães de queijo... E até as carnes vermelhas têm chamado a minha atenção. Porém, um biscoito andou me tirando do sério por algumas semanas.

Na volta de nossa última viagem, um rapaz muito simpático, que estava sentado ao lado do Bruno no avião, me ofereceu um cookie. Gente!!!! Não era qualquer cookie. Aliás, eu nunca fui de comer cookie na vida, nunca dei bola. Mas estava com fome e aceitei. Meu Deus do céu!!!! Vcs não estão entendo. Esse foi o melhor biscoito que eu já comi na vida. Não sei explicar. Era um pouco fofo, sem ser seco, com um gosto... Ma-ra-vi-lho-so.

Logo me bateu um pânico: "eu preciso comprar esse biscoito!".
Só que eu estava voltando para o Brasil.
Nas semanas seguintes não sosseguei. Batí ponto em todas as delicatessens do Rio de Janeiro e nada de encontrar. Mas olha como é a vida.

O Renato, o tal brasiliense que me ofereceu o biscoito, acabou entrando em contato com o Bruno, que contou o drama. E não é que o rapaz pediu para um amigo trazer os cookies dos Estados Unidos pra mim!

Bom, três pacotes chegaram aqui em casa hoje. Quase chorei de emoção. Valeu, Renatão! Vou matar essa vontade; ou será isso um desejo de grávida?

Para os curiosos, eis o biscoito em questão:

Mulher (que engoliu uma) Melancia!



Cada vez maior esta barriga e ainda faltam muitas semanas pro Gabriel chegar. Ele já sentiu que dá pra fazer um puxadinho, transformando o quitinete em loft! A conseqüencia é uma só: pressão na bexiga, chute, pontapé... Tudo vale para ganhar um pouco mais de espaço. E meu amor, coitada, sofre mesmo é na coluna! Acompanhem a evolução!!!!

segunda-feira, 5 de maio de 2008

6 meses de gestação (do pai também)

Segue abaixo um texto lindo e, claro, emocionante que o meu marido, o melhor do mundo, escreveu:

A GRAVIDEZ DO PAI - capítulo 1

Faltam alguns meses para nossas vidas mudarem pra sempre
Acho que já mudaram, aliás
Para você, a mudança se dá a cada dia
Para mim, vivo outro tipo de gravidez
Pais tem uma gestação diferente
A barriga tá grande, quero diminuí-la ;-)
Mas não é o físico que está mexendo comigo
Tenho chorado em comerciais infantis
Tenho brincado com bebês onde vejo
Tenho passado os dias em silêncio pensando que três quilos serão um grande peso nos ombros
Uma responsabilidade que me assusta e que me faz pensar que eu, homem feito, não deveria temer tanto......
Mas temo!
Pelo mundo, pelo futuro, pela violência, pelas doenças
Pelo simples fato de não ter manual que me diga como amá-lo mais e melhor
Tudo isso, eu sei, nascerá de uma só vez quando ouvir a voz de Gabriel ecoando na sala
Como um raio, minha gravidez terá chegado ao fim também
Cairá a ficha
E nada como o tempo para me ensinar a ensiná-lo
Nada como aprender com ele algo novo na minha vida
Mas que dá um medo, um silêncio que me assusta...ah, isso dá!
O que me conforta, o que me anima, o que me desentorta, o que me tranqüiliza
É quando você pega no sono e te vejo mãe com este rosto de menina

Bruno Gouveia


(Tá ou não com cara de papai?)

sábado, 3 de maio de 2008

Móveis

Finalmente compramos o berço do Gabriel. Ele vem com uma cômoda e uma cama embaixo. Outra vantagem é que ele se transforma em uma bicama comum e a cômoda vira uma mesinha com gavetas. Assim, não precisaremos comprar móveis tão cedo.

Essa foto é só para mostrar o modelo, pois o nosso é todo branco. Deve chegar no início de junho.














Compramos essa poltrona para a amamentação também.

O tema do quarto

Na dúvida sobre um tema para o quarto do neném, decidimos não escolher nenhum. Acho muito complicado ter um quarto só com abelhinhas, por exemplo.
Vc ganha de presente um móbile de anjinhos e não pode usar. Ou encontra numa loja um lindo coelho de pelúcia, mas tb não pode comprar. Enfim, o quarto do Gabriel vai ser MULTITEMÁTICO. Já temos cachorro, peixe, soldadinho, elefante... tudo com cores diferentes, ou seja, não combinam. Se vai ficar bonito? Não sei, mas certamente será um quarto alegre.

Ah, a cortina é de carneirinho e chegou essa semana.