sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Meu primeiro videoclipe

Para comemorar um ano, decidi fazer um clipe com os vídeos que gravei com meu celular. A música é do Biquini: A Próxima Vez (Alvaro,Bruno,Miguel,Sheik,Coelho letra de Eric Nobrega).

video

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Parabéns na casa da Vovó Ana


E as comemorações continuam...
Dessa vez aconteceu na casa da vovó Ana. Passamos a tarde de domingo por lá e no final da visita cantamos "Parabéns". Além do carinho da vovó, Gabriel ganhou beijos e afagos do tio Fabio, da madrinha Pamela, do primo Pedro e do vovô Goya.

sábado, 15 de agosto de 2009

Carta da mamãe

Querido Gabriel,
.
Essa é a primeira carta que te escrevo. Quero contar um pouquinho como tem sido a nossa convivência para não esquecer depois dessa fase tão especial.
.
Você é uma criança muito ligada a mim, e eu a você. Aliás, desde que nasceu é assim. Mas quero dizer que depois que comecei a trabalhar, isso não mudou. Continuamos tão grudados quanto antes. Quando a gente se encontra, você abre o sorriso mais lindo e iluminado que já vi na vida e me enche de alegria. Na maioria das vezes agarra o meu pescoço, me abraça forte e me baba... É tão gostoso.
.
Você pede muito a minha atenção. Procuro te deixar mais independente às vezes, para brincar sozinho, se distrair, mas assim fica por pouco tempo. Logo reclama e pede colo ou me chama parar brincar.
.
Eu ainda não te entendo bem. Você só tem um ano, não fala e a nossa comunicação fica comprometida. Já te ensinei a dizer não, você aprendeu a fazer o sinal com a cabeça, mas percebo que nem sempre sabe o que está dizendo.
.
Quando chora, não sei se é a calça que está apertando, se prendeu o dedo, se está entediado ou se é pura manha. Fico preocupada e tento te acalmar (e a mim também).
.
Quando o seu pai viaja, você dorme um pouco comigo, porque logo que adormece, te coloco no berço. É tão bom quando deita na cama e agarra meu pescoço como se fosse para eu não fugir. Sinto a sua respiração e vejo os minutos passarem... Meu anjinho, você fica em paz.
.
Mas quero chamar a sua atenção para o seu pai, que te ama tanto. Ele cuida de você quase todas as manhãs, te dá a maioria dos banhos e é tão preocupado com a sua saúde e felicidade... Você precisa largar um pouco o pescoço da mamãe e curtir mais o papai. Quando estamos os três juntos, você só quer saber de mim. Isso não pode e nem é legal.
.
Nós formamos a família mais linda do mundo. Você chegou para enriquecer as nossas vidas e tem feito isso com muita graça e amor.
.
Meu menininho lindo, sensível, alegre e carinhoso.... A mamãe te ama.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Dormindo em direção à Meca!

Parece um islâmico rezando. Gabriel se encolhe, fica de quatro, levanta o bumbum pro alto e enterra a cabeça no travesseiro. E nem adianta mudá-lo de posição que ele volta. Fica assim dormindo numa boa. Alá, meu grande Alá! Seriam as ascendências libanesas?

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Torta de Aniversário na creche

A terceira comemoração aconteceu na creche com os amiguinhos de berçário...
.
... E contou com uma visita especial: a do vovô Goya.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Torta de Aniversário na casa da Tia Garna

No Dia dos Pais quem ganhou "parabéns" foi o Gabriel. Passamos a tarde de domingo na casa da Tia Garna e depois do lanche veio a surpresa: uma bela torta para comemorar o primeiro ano do Galhinho.

O Primeiro Aniversário

Parabéns, Gabriel!!!!!

Hoje é um dia muito especial. Bruno fez uma manobra incrível na agenda para passar a manhã de aniversário com o filhote. E valeu muito a pena. Fizemos uma festinha íntima por volta das 9 da matina com direito a balões coloridos, chapéu do Nemo e língua de sogra. O bolo foi de brigadeiro.
Nosso menininho chegou do passeio com o Bruno e ficou surpreso com a decoração da sala. Na hora do parabéns, também adorou, ainda mais com a animação da Fátima, nossa diarista.
.
Esse ano decidimos não fazer uma grande festa. Achamos que nessa idade não vale a pena. Por isso, a comemoração aconteceu em casa mesmo com os pais. E foi ótima!
.
Muitas felicidades e saúde pra você, meu filho. Nossa riqueza e maior alegria.

domingo, 9 de agosto de 2009

"Geek"

Gabriel adora meu celular Sony Ericson. E, diga-se de passagem, este meu modelo é pau pra toda obra: já caiu no chão, na piscina, abriu em mil pedaços e continua funcionando. O curioso é que basta deixar um minuto o aparelho na mão dele que alguma coisa inusitada acontece. Ele já fez ligações pros Estados Unidos! Agora, deu pra tirar fotos! Eis algumas! Essa nova geração dá de mil na nossa. Imagine quando ele souber o que está fazendo!




Amanhã é seu aniversário

Um dia, você irá me perguntar como era quando pequeno, como foi o seu primeiro ano, já que você mesmo não terá mais lembrança disso. Por isso mesmo te escrevo estas linhas, já que um dia você também poderá lê-las. E te digo, meu filho, que você foi o presente mais lindo que sua mãe me deu naquele dia dos pais. Tive a benção de estar em casa num dia em que normalmente trabalharia. Acompanhei cada passo.

Quando você nasceu, fiquei do lado de sua mãe e tive o prazer de vê-lo surgir berrando com saúde. Fiquei me sentindo leve, uma sensação gostosa de paz e felicidade. Depois de dois dias fomos pra casa e te apresentamos nosso lar que foi comprado já pensando em um cantinho para você. No começo, dormiu conosco. Com um mês, passou pro quaro. Dormia muito, mamava bastante e fazia muito cocô. Ás vezes chorava um pouco. Tudo era novo para você e nós também.

Precisamos aprender uma língua nova, nem a minha nem a sua. Desde o comecinho decidi que eu daria o banho. Uma maneira de nós ficarmos mais ligados. O dia poderia ser estressante, o trabalho intenso, mas a hora do banho virava o melhor momento do meu dia.

Você ficou doente algumas vezes, mas o melhor remédio foi o leite de sua mãe, sempre rico e que você mamou, primeiramente com um bico de silicone e depois sem ele. Cada novidade foi comemorada, celebrada, brindada com muito carinho. Seu primeiro dente, seus primeiros sons, a primeira vez que sentou sozinho, suas primeiras tentativas de engatinhar, de ficar de pé, suas gargalhadas que nos deixou sempre muito bobos.

Você ganhou um monte de apelidos: pacotinho, reeby skübi, malandragem, galhinho, camaradinha, pitoco, foram muitos. Viajei muitas vezes e sua mãe segurou a barra com bastante coragem. Quando você completou seis meses, começou a nadar e gostou muito. Rimos ao ver seus dentinhos nascerem e você se divertir com a escova de dente.

Com oito meses, você foi para a creche. Foi muito complicado no começo e cheguei a achar que não se adaptaria, mas qual não foi minha surpresa ao vê-lo muito entretido e com novos amigos. Seus avós fizeram muitas visitas. A cada dia você os reconhece mais e cada sorriso seu os derrete.

Seus heróis favoritos na TV foram o Doki, um cachorro do Discovery Kids e As Formas, um quadro do programa Mister Maker. Seus brinquedos variaram conforme seu crescimento. Todos tinham apelidos: Girafoles, Rosito, Pablito, um chocalho de Leãozinho, suas bolinhas e tudo que fizesse muito barulho.

Nossa rotina era acordar cedinho, tomar um leite, trocar a fralda, brincar um pouco dentro de casa e fazer um passeio pelo parquinho com pausa para suco. Depois, dormia, almoçava, lanchava, dormia mais um pouco, jantava e brincava até sua mãe chegar do trabalho com saudades suas. Seu sono foi complicado nos primeiros meses, mas a gente acabou se entendendo.

Tanto eu quanto sua mãe amamos você com uma intensidade jamais imaginada. Completamos apenas um ano do resto de nossas vidas e sabemos desde já que o que eu chamo de "a fase 2 do videogame" vai nos trazer muitas surpresas. Estamos ansiosos para que ela comece. Parabéns por ser este menino lindo que conquista os corações de todos por onde passa. Parabéns pelo seu primeiro ano de vida, meu filho.

sábado, 1 de agosto de 2009

Tomando banho.....comigo!

Decidi nesta semana tomar banho junto com o Gabriel. Primeiramente porque a banheira que ele usa em breve terá de ser aposentada, já que só suporta bebês até dez quilos. Segundo, porque ele faz uma bagunça tão grande que sempre eu saía do banho encharcado. Com uma banheira inflável colocada no chão, toalhas dele e minha penduradas no box, fazemos a maior festa. Tempero a água para ele, lavo-o, depois me lavo sem tirar o olho um minuto. Em meio a brinquedos, ele me aguarda desligar o chuveiro e me secar, antes de pegá-lo com sua toalhinha. O banho agora é um pouco mais demorado, mas quem não gosta?

Passeio de carrinho no shopping

Gabriel está descobrindo cada vez mais o que esta ao seu redor. Um shopping center vira um festival de cores, cheiros e brinquedos, como este carrinho vermelho que ele dirigiu todo orgulhoso.