quarta-feira, 16 de julho de 2008

Quatro coisas que quero ensinar pra você, Gabriel:

1-A primeira é bem simples: o mundo é maior que uma barriga, bem maior que este quarto, mais extenso que o parque, mais bonito que você imagina. Mal posso esperar para te mostrar novos amigos, bichos, gostos, água fria, areia quente, cheiro de chuva chegando, de tangerina no ar, de estrume de vaca, te mostrar o que é uma vaca, gosto azedo, água do mar, quem sabe neve, alto do morro, nuvens no céu.

2-Chamamos de dentes estas perolas brancas que escondemos por trás de nossas bocas. Não mostramos para qualquer pessoa, ou por qualquer motivo, mas pra você, sempre estarão visíveis. Com o tempo, você também as terá e sempre que mostrar para nós, nos também mostraremos pra você.

3-Medo faz a gente tremer, suar, chorar, até fazer xixi; mas sempre que você se assustar, lembre-se que você não está sozinho, que estamos sempre contigo, te apoiando em todos os momentos, mesmo que, por algum motivo, não estejamos exatamente do seu lado.

e finalmente, se um dia na escola te perguntarem o que seu pai e sua mãe fazem
diga-lhes apenas que "ele, assim como eu, faz as pessoas felizes ao seu redor" e ela "faz todo mundo saber o que está acontecendo". É o que um cantor e uma jornalista fazem.