quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Minha vida de 3 em 3 horas

Nunca tinha parado para pensar como ficaria minha vida fracionada. Posso dizer agora que chega a ser neurótico. Contando que cada mamada dura uma hora, me sobram duas para administrar a vida. Isso se tudo correr bem, ou seja, se ele mamar e dormir. Não vamos levar em conta o banho, as trocas de fraldas e as malditas cólicas, que tiram qualquer mãe do sério.

O tempo livre é basicamente dedicado a idas ao banheiro, MEU banho, alimentação, curativo da cesária e sono.

Ah... Como é bom dormir. Mesmo que a noite seja curta e parcelada, cada minutinho de sono é valorizado. Não sei o motivo, mas quando durmo por meia hora, parece que passou um tempão. O lado chato é que só a mente reconhece isso. O corpo continua cansado.

O Bruno tem ajudado bastante, mesmo com pouco tempo. Durante a noite, é ele quem fica com o Gabriel e quando o leva para mamar, eu ganho um monte de carinho.

Tenho que ir. Chegou a hora de ver se a fralda está cheia. Quem sabe consigo um tempinho de novo amanhã...

Nenhum comentário: