sábado, 23 de agosto de 2008

O primeiro dia em casa

Bruno tinha viajado. Estava sozinha. Passamos a noite anterior preocupados com a alimentação do Gabriel. Como ele não queria pegar o peito de jeito nenhum, nos rendemos ao leite artificial. Isso me incomoda horrores. Mas fazer o q? Deixar o bichinho com fome? Não dá.
Durante o dia, a mesma novela e mais uma vez leite de latinha. Chorei de mansinho para que meu bebê não percebesse e ainda com os pontos da cesária, peguei um táxi e fui ao médico pedir socorro. Na consulta nem ele conseguiu fazer com que o Gabriel mamasse. A solução foi chamar em casa uma "personal peito". A mulher é mágica. Conseguiu com tranquilidade fazer com que ele sugasse, sem manobras especiais. Depois de uma hora as mãos de fada foram embora, e quem disse que EU conseguia amamentá-lo? Fracasso total.
Finalmente encontrei uma saída na sugestão do pediatra: bicos de silicone. Assim, o Gabriel pegou mais rápido, ou melhor, menos lento.
Agora estamos bem.

Um comentário:

Luciana Trinkel disse...

Fê,
estou muito feliz com o nascimento do Gabriel... Te liguei, deixei recado no msn e aí lembrei do blog... Passei a semana pensando em vc. Ele é linnnnnnnnnnnndo de viver... Quando puder, entre um soninho e outro dele, me liga... Um grande beijo e olhar de Deus sobre esta família que está crescendo...
Lu