sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O Dia 17 (cinco meses depois)

dia 17

Doze vezes no ano;eu vou parar o que faço
e pensar que mais um mês passou.
e quando a data chega,eu envelheço uma década
eu me lembro quantos planos fiz
quantos sonhos tive
quão pouco os vivi
quanto mais viverei
longe de ti

E vou de novo pensar no que estava fazendo
onde estava e em que momento tudo mudou
me perguntar o que fiz pra te perder
pra você me deixar com esta imensa saudade
com este amor lançado agora no meio do espaço

aos poucos aprendo
que não devo mais jogar o amor
para fora de mim
tentando te buscar em vão
você não está mais por aí
é justamente o que me enche de vazio

pelo contrário,
você veio morar no meu peito
fez do meu corpo seu leito
e cada vez que procuro por ti lá fora
acaba faltando amor dentro de mim
amor que se perde
e não sabe o caminho de casa
chora no meio da praça
a qualquer hora do dia
e da vida não acha graça

é um aprendizado sofrido
entender que agora eu tenho um inquilino querido
que mora dentro de mim
que quer que eu sinta de maneira diferente a sua presença em todos os lugares
em todos os momentos
em todas as conquistas
de todas as maneiras

Pois onde eu estiver
ele estará comigo
eu sou seu abrigo
e tudo que sinto
ele sentirá
a minha alegria é a dele
a minha dor também

Dia 17 não é pra chorar
é pra fechar os olhos, sorrir
lembrar
que ele está mais perto que eu penso
mais forte e intenso
que qualquer amor que possa imaginar

que venham outros dias 17
pra vida me lembrar
o amor que mora em meu peito
nunca vai parar de aumentar.

39 comentários:

Mayara disse...

"lembrar que ele está mais perto que eu penso..." Com certeza, Bruno. E eu não canso de repetir que torço demais por você e desejo muita força.
Um beijo!
Mayara. :)

Vanessa disse...

Oi Bruno... A dor vai se transformar em paz um dia, essa dor vai adormecendo dentro de você aos poucos, e você consiguirá respirar melhor um dia...imagino mesmo, a vida perder o sabor... eu sem meus dois filhotinhos não seria ninguem...
mas infelizmente teve de ser assim, um dia voce saberá o porque... mas pode terr certeza, ele está muito bem ao lado de DEUS e Nossa Senhora...pode crer...beijos...

Nadir disse...

Perder quem a gente ama não é fácil mesmo. Os dias passam e essa dor se transforma em boas lembranças vividas.
Perdi meu pai (Não tenho filhos,meu pai é a pessoa que mais amo), foi MUITO dificil "aceitar", os dias passavam, meses também...Agora anos...Ficou muita coisa boa para eu lembrar e isso que me deixa feliz poi sei que algum dia tive ele comigo!

Saudade sempre fica, só que é bom ter "alguem" pra se sentir saudade, pois sabemos que passou em nossa vida uma pessoa digna de muito amor e carinho. Muitas pessoas não tem esse provilégio de AMAR alguem assim.

Força Bruno! Vc é uma pessoa querida por todos e muita gente precisa de vc.

Beijo grande e fique com Deus

Nadir - Mogi das Cruzes - SP

Roberta disse...

Como a vida é engraçada... dia 17 é o dia do nascimento da minha filha. Sem dúvidas o dia mais feliz da minha vida... ela foi morar no meu peito no dia 19... 30 horas apenas pude sentir que ela estava lá... 10 meses hoje que ela veio morar aqui dentro.
Conheço o que você sente. Entendo cada palavra, cada sentimento...
Todo meu carinho e amor pra você!

Roberta
"nosso amor é como o vento: não posso ver, não posso tocar, mas posso sentir!"

Jen disse...

Um abraço bem forte! Tudo de bom!
vc merece!
bjo grande
Jennifer

Marta disse...

Oi Bruno, eu juro pra vc que se eu pudesse, cara, eu e um bando de gente "negociaria" pra o tempo voltar e impedir que tudo isso acontecesse com vc. Mas infelizmente nao somos capazes de impedir e nem entender agora o POR QUÊ disso tudo agora. Mas nos doeu naquele dia e ainda dói demais pensar, só pensar, pq nao somos capazes nem de passar perto, do que passa dentro de vc. Infelizmente é uma dor SÓ sua. O que nos resta, é pedir à Deus, ao próprio Anjinho que está ao lado do Pai que te dê energia e felicidade até o seu último dia. Luz, muita luz, Bruno.
Deus te proteja sempre.
Bjo grande.

Bianca - Ex Classe II disse...

Lembrara por toda uma vida.... E agradecer por ter sido escolhido por ele, escolhido para ser o pai dele.
Fique com Deus! Peço muita força para você...

Rafaella disse...

Acredite meu caro, que se a dor pudesse ser dividida, eu te ajudaria, para que vc pudesse ter um pouco de paz..
Gabriel hoje é seu anjo...
Tudo tem um plano, confie em Deus...
Bjos

Gabi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriela Magalhães disse...

Gabriel era um menino iluminado, que irradiava felicidade até para os que o viam apenas por vídeos, como eu.
As circunstâncias podem ter tirado a presença física do Biel, mas jamais irão tirá-lo do teu coração, e isso é o que mais importa. Toda a luz, todo o amor, toda a alegria e todas as demais coisas boas que ele trazia consigo agora estão dentro de você, basta apenas que o tempo as deixe emergir.
E não tente combater a dor, pois isso é algo que só o tempo pode amenizar. Mas faça de tudo pra reduzir o sofrimento, buscando momentos de alegria, e também buscando-a dentro de si, no Biel.

Vocês dois, agora um só, são muito amados - tenha certeza disso!

Debora disse...

dia 17 me marca uma grande (a primeira) perda. fico tempos sem entrar aqui, e, do nada tenho um feeling que me traz de volta, e me deparo sempre com novas postagens. posso te dar um abraco qualquer dia?

Fabrica dos princípes e princesa! disse...

Sinta-se abraçado por uma mãe que sabe o que é amar sem limites... Imagino sua dor, mas sei que por mais que imagine não chego perto, só quem vive sabe! Deus te abençoe e continue dando forças para viver cada dia...
Gabriel com certeza tem orgulho de ti!

Beijoss

Rejane Marinho disse...

Bruno

Que Deus continue de alguma forma, ajudando-o nessa luta diária.
Um beijo enorme.

Rejane Marinho

cleidiane mendes disse...

Existem mais segredos nos céus e na terra do que possamos imaginar...

Na vida temos cicatrizes que marcam... Sejam elas quais forem... A saudade é uma delas...
Marca e doi no coração de qualquer pessoa.

Sabe, tem algo muito forte nisto tudo... Pois hoje senti a necessidade de vir até aqui. E vejo palavras novas...

ESCREVA...

Pois desta forma manterá sempre vivo o amor imensurável entre vcs.

Abraços...

Fernanda disse...

Uix....
Bruno, eu sofro com a tua dor...
Força todos os dias...

Anônimo disse...

Só tenho a dizer: força, força, força...

Orando por ti...

Cheila

Adriana ♣* disse...

Bruno...

Que lindooooo!!!

Mais uma vez fiquei emocionada...

Amor sem fim!

O Gabriel vive em você!

Adailton Pirôpo disse...

Como diz uma de suas letras:
É impossível esquecer você
É impossível esquecer o que vivi
É impossível esquecer o que sentir
Valeu, Bruno!
Continue postando...
Estamos com você!

Anônimo disse...

Saiba que estamos aqui com você, dividindo um pouco essa dor, que hoje não é só sua. Fiquei, como sempre quando visito o blog, muito emocionada. Tenho uma admiração profunda por sua pessoa. Um forte abraço!

veronica almeida disse...

Força, Bruno! Tenho certeza que um dia reencontrará o filhote e concluirá o quanto aprendeu com essa dor, que embora sem fim, vai te ensinar algo importante.

Um grande beijo, fica com Deus!

meusfilhosminhavida.blogs.com.br disse...

Oii Bruno sinto muito a sua dor cada dia que passo por aqui meus olhos se enchem de lagrimas meu coração acelera sua dor se transforma em minha dor lembre-se que na hora da dor só há uma pegada pq? Deus nos carrega no colo não sofra pois o anjo ***GABRIEL*** olha por ti um grande abraço Sandra Amorim Ribeirão Preto SP.

luanna damiani disse...

Bruno,

Não sei se vou ter a honra deste comentário ser lido por vc, mas, conforme seja eu precisava te falar isso a essa hora.

Quando estou mais triste na vida, eu abro seu blog e vejo sua força. Nela eu aprendo a dar valor nos meus problemas.

Acho que todos ja te falaram isso, mas repito: Deus não dá a cruz que não conseguimos carregar!

se eu pudesse eu pegava sua mão e te falava q estou junto com vc, mas junto mesmo. mesmo q vc nunca tenha me visto na vida, eu to aqui com meus pensamentos positivos.

Eu tenho certeza q vc vai conseguir ainda dar um irmaozinho p ele, e vc vai ensinar que ele vai ter um anjinho no ceu... não sei se vc buscou ajuda espiritual, mas eu encontri no espiritismo muita resposta e conforto.

eu queria poder te dar um abraço, s esente abraçado com muita paz, força.. enfim, esse pouco tempo q ele teve entre nos foi o suficiente p vc cobrir de amor, p ele mudar sua vida. ele esta bem e mais feliz do q nunca num lugar c mto ser bacana, mta luz!!!

não sei se to falando babogeira, mas me senti bem em falar isso p vc.

fica com Deus!

Karine disse...

Há algumas semanas estive num show de vcs em Brasília. Titãs e Biquini...Ao vê-lo no palco imediatamente, quase que involuntáriamente, lembrei da tragédia pela qual vc passou e mandei energia positiva. Sua força no palco, no show me fez admirá-lo mais ainda. è preciso ser grande, valente para enfrentar certas coisas.. Agora, acabo de ver sua entrvista na Record News..No final, um comentário sobre o que vc escreveu para o seu filho quando tudo aconteceu. Procurei no google, descobri o blog..tenho 33 anos, não sou mãe ainda,mas espero ser...Passeando pelo blog, tive a certeza que venha o que vier, vale muito a pena!!!! Obrigada pela aula!! Parabéns por tudo.. um grande beijo!!! Karine - Brasília - DF

Lililooks disse...

Oi desde muito pequena acompanhava a tua bamba sempre adorava ficar cantarolando vento ventania no banheiro irritando minha mae,kk... Depois sai do país, pra enfrentar a maior das dificuldades protejer e cuidar dos meus filhos, tive filhos muito jovem e desgraçadamente o destino me colocou os peores homens como pai dos meus filhos, eu nao os escolhi simplismente aconteceu e logo depois descobri que mais de uma vez se repetia o mesmo, homens agressivos que seguiam cruzando meu caminho... Tomar a decisao de sair do Brasil deixando minha pequenina com 5 meses foi muito dificil, derramei lagrimas de sangue pois deixava pra tras 3 grandes maravilhas de Deus, minhas duas pequeninas e meu lindo filhao, eu decidi ser mae e decidi que teria que cuida-los ama-los e protege-los como eles mereciam...
Hoje depois de tantos anos fora do Brasil devida situaçoes dificieis aqui na europa estou pensando em retornar ao Brasil, hoje liguei a tv aqui em casa adoramos ver as programaçöes da red record, e quando vi vc pensei eu conheço este cara na verdade aquelas lindas cançöes que eu escutava e adorava voltaram a fazer feliz em um momento tao depressivo, no final da reportagem vi sobre a morte do teu filho e decidi investigar, pois um fan sempre tem curiosidades a respeito da vida das pessoas que sigue, eu simplismente vi que Deus deu ao Gabriel o melho pai do mundo, e tenho certeza que o Gabriel esta muito orgulhoso de vc... Eu sempre pedi a Deus pra ser a melhor mamypapy do mundo pois ser boa mae e facil mais ser um bom pai no mundo em que estamos e muito complicado. Voce foi o pai querido e amado apesar do pouco tempo tempo este suficiente pra fazer do Gabriel a criança mais feliz do mundo, saiba que todas as crianças no mundo adoraria ter um pai como vc... As vezes sinto isso na minha pequena que ja esta enorme com 8 anos. Ela tem um amor muito grande por meus amigos, sinto que ela sente falta deste pai carinhoso, e atencioso, eu tento mais as vezes nao consigo olho no rostinho dela e vejo que sou imcapaz, me sinto uma inutil porque as vezes penso que fiz tudo errado na vida... Tenho medo do retorno nao sei que tipo de país vou encontrar e tao dificil recomeçar mais sei que por eles nos tiramos forças do infinito... Tenho pensado em escrever um livro, tenho pensado em ser de novo uma grande estilista, mais levo em cima uma depre que somente me faz ter medo do novo desconhecido... Hoje lendo tuas palavras e vendo os videos do Gabriel senti vontade de sair deste casulo, fazer uma bolsa grande colocar nas costas e fazer como as africanas caminhar sem destino apenas com meus 3 lindos e maravilhosos filhos sem direçao e apenas ser feliz ao ver que eles estao bem, e sorrindo sem perceber que neste mundo existe uma certa oscuridad... Era fan do Bikini cavadao como Banda hoje sou fan do Bruno como pai... Poucos sao os pais como vc Bruno vc deve se orgulhar muito de tudo o que fez e tudo o que pode compartilhar ao lado do Gabriel, ele foi um anjo que Deus colocou na tua vida para ensinar grandes liçoes... Eu comecei a pensar assim com relaçao aos meus filhos... Parabens pela iniciativa de fazer este blog...Um abraço forte muita paz e forza no teu coraçao, de uma mamypapy que te admira muito.

Lena Morais disse...

Oi.
BRUNO..

Conheço o que você sente. Entendo cada palavra, cada sentimento...
Todo meu carinho e amor pra você!
Deus te abençoe e continue dando forças para viver cada dia
Continue postando...
Estamos com você!

Um beijos, braços. adoro sua banda suas musicas.. sempre que vem tocar aqui no Ceará estou indo ver vcs...

SANNYDAY disse...

Olá Bruno,hoje fazem 7 meses que meu filho foi levado de volta por Deus.
Ele tinha acabado de fazer 17 anos,mas era para mim um menininho ainda,e hoje ví seu blog pela primeira vez,com esse texto que simplesmente resume o que estou sentindo...
Jamais imaginaria escrever pra você,sendo quem é,dizendo que compartilho de sua dor,mesmo sendo "o Bruno do Biquini Cavadão",se pudesse escolher não gostaria de estar escrevendo,e se Deus permitisse que nós não estivéssemos sentindo e sim sendo feliz como sempre estivemos junto com os nossos filhos.Hoje estou 7 meses com mais saudades,e ainda sinto a dor dessa gravidez ao contrário.
Sannyday.
sanny_nane@hotmail.com

SANNYDAY disse...

Olá Bruno,hoje fazem 7 meses que meu filho foi levado de volta por Deus.
Ele tinha acabado de fazer 17 anos,mas era para mim um menininho ainda,e hoje ví seu blog pela primeira vez,com esse texto que simplesmente resume o que estou sentindo...
Jamais imaginaria escrever pra você,sendo quem é,dizendo que compartilho de sua dor,mesmo sendo "o Bruno do Biquini Cavadão",se pudesse escolher não gostaria de estar escrevendo,e se Deus permitisse que nós não estivéssemos sentindo e sim sendo feliz como sempre estivemos junto com os nossos filhos.Hoje estou 7 meses com mais saudades,e ainda sinto a dor dessa gravidez ao contrário.
Sannyday.
sanny_nane@hotmail.com

Beta disse...

Meu Deus....Bruno, vc é demais!!!!
Exemplo de força e superaçao. Com certeza seu meninão está e estará sempre com vc. E deve ter um orgulho enooorme do paizão que tem!!!! Um dia vcs se encontrarão na vida eterna...e enquanto esse dia não chegar, com o seu amor, com a sua dor...vc nos surpreenderá sempre...Acompanho o blog faz tempo...e sempre que entro aqui aprendo alguma coisa!!!

Talia Portes disse...

Nossa, chorei demais! As vezes quando olho pro meu filho penso em voce! Nao consigo nem de longe me imaginar longe dele. E quando vc deu aquela entrevista no fantastico contando que ia ser pai, alegrei-me junto com vc! e quando seu bebe s foi, o meu tinha nascido há 7 dias, e senti como se a perda fosse minha.Olhando esse video de 1 ano passa rapido, mal consigo digitar de tanto que chorei.

Aline Alves disse...

Força, Bruno!

Gisela Figueredo disse...

Oi Bruno, estou aqui me acabando de chorar lendo seu blog. Eu perdi um sobrinho num acidente. Conheço bem sua dor. Muito emocionante e tocante as suas palavras. É quase impossível entender de onde vem essa força que nos permite continuar. Mas eu te desejo isso, muito força. Tem hora q a barra pesa demais e a gente desaba, mas é bom chorar, colocar a dor pra fora. Fique em paz e coragem rapaz ... um abraço

Gisela

Manu Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lutt Ventura disse...

Lendo seus poemas, vendo os vídeos, sentindo o amor q transmite e chorando a dor q assola sua vida... Assim conheci seu blog! Amor desmedido, amor sem limites, sem fronteiras... amor puro amor! Tb tenho um anjinho: Miguel! Com 2 aninhos. E é esse amor incondicional q sinto pelos meus dois filhos e continuarei a sentir... p sempre!
Gabriel, ganhou nome de anjo... E, ainda que por tão pouco tempo, teve o melhor pai que a vida poderia oferecer-lhe... O reencontro, no tempo certo, será inevitável... tenha certeza! Força, perseverança e paz é o meu desejo para vc!

Simone Bragança disse...

Oi Bruno.
Ainda choro...ainda lembro...ainda compartilho a sua dor...visito sempre seu blog.Hoje tive vontade de te escrever.Vc tem outro dia que fez tanta diferença quanto o 17 em sua vida,o dia "10" .Nesse dia o AMOR se materializou em suas mãos,deixou de ser abstrato.Vc conheceu o que de melhor a vida lhe deu,seu filho.Mesmo em pouco tempo,vc viveu intensamente essa paixão.Conheço o AMOR incondicional,ser mãe é padecer no paraíso,ser pai pra vc tbm foi padecer no paraíso.Cada dia será um aprendizado,um querer de ter feito o que o tempo não deixou.Força sempre,sempre,seu filho tbm teve o que a vida de melhor lhe deu,pais que o amaram.Refaça sua vida,recomece,e nunca deixe de olhar para trás,siga em frente que tu tens um Anjo a te guiar.

A casa da saudade chamasse memória:
é uma cabana pequenina
a um canto do coração.

Deus te proteja sempre!!
Beijo grande e muita paz.

Simone Carvalho disse...

Bruno vc não perdeu, apenas devolveu a quem lhe emprestou que foi Deus!!!!!

Leia esta lenda...

Narra antiga lenda que um rabi, religioso dedicado, vivia muito feliz com sua família. Esposa admirável e dois filhos queridos.

Certa vez, por imperativos da religião, o rabi empreendeu longa viagem ausentando-se do lar por vários dias.

No período em que estava ausente, um grave acidente provocou a morte dos dois filhos amados.

A mãezinha sentiu o coração dilacerado de dor. No entanto, por ser uma mulher forte, sustentada pela fé e pela confiança em Deus, suportou o choque com bravura.

Todavia, uma preocupação lhe vinha à mente: como dar ao esposo a triste notícia?

Sabendo-o portador de insuficiência cardíaca, temia que não suportasse tamanha comoção.

Lembrou-se de fazer uma prece. Rogou a Deus auxílio para resolver a difícil questão.

Alguns dias depois, num final de tarde, o rabi retornou ao lar.

Abraçou longamente a esposa e perguntou pelos filhos...

Ela pediu para que não se preocupasse. Que tomasse o seu banho, e logo depois ela lhe falaria dos moços.

Alguns minutos depois estavam ambos sentados à mesa. Ela lhe perguntou sobre a viagem, e logo ele perguntou novamente pelos filhos.

A esposa, numa atitude um tanto embaraçada, respondeu ao marido: deixe os filhos. Primeiro quero que me ajude a resolver um problema que considero grave.

O marido, já um pouco preocupado perguntou: o que aconteceu? Notei você abatida! Fale! Resolveremos juntos, com a ajuda de Deus.

- Enquanto você esteve ausente, um amigo nosso visitou-me e deixou duas jóias de valor incalculável, para que as guardasse. São jóias muito preciosas! Jamais vi algo tão belo!

- O problema é esse! Ele vem buscá-las e eu não estou disposta a devolvê-las, pois já me afeiçoei a elas. O que você me diz?

- Ora mulher! Não estou entendendo o seu comportamento! Você nunca cultivou vaidades!... Por que isso agora?

- É que nunca havia visto jóias assim! São maravilhosas!

- Podem até ser, mas não lhe pertencem! Terá que devolvê-las.

- Mas eu não consigo aceitar a idéia de perdê-las!

E o rabi respondeu com firmeza: ninguém perde o que não possui. Retê-las equivaleria a roubo!

- Vamos devolvê-las, eu a ajudarei. Faremos isso juntos, hoje mesmo.

- Pois bem, meu querido, seja feita a sua vontade. O tesouro será devolvido. Na verdade isso já foi feito.

- As jóias preciosas eram nossos filhos.

- Deus os confiou à nossa guarda, e durante a sua viagem veio buscá-los. Eles se foram.

O rabi compreendeu a mensagem. Abraçou a esposa, e juntos derramaram grossas lágrimas. Sem revolta nem desespero.


Os filhos são jóias preciosas que o Criador nos confia a fim de que as ajudemos a burilar-se.

Não percamos a oportunidade de enfeitá-las de virtudes. Assim, quando tivermos que devolvê-las a Deus, que possam estar ainda mais belas e mais valiosas.


Resolvi lhe enviar esta lenda é uma das q mais gosto, pois meus pais tbem esta passando por momento igual ao seu e igual de mtas pessoas......
Forças, forças e mais forças
Saudades q estica estica........

Beth Guedes disse...

Bruno Querido e Querida Izabella
Lindo cantor (coisa de fã, sorry), Bela Companheira
Olhando ontem a foto da Nasa que mostra o trânsito de Vênus entre a Terra e o Sol, fiquei pensando: bilhões de anos, e acasos, foram necessários para que a natureza nos "montasse" para que chegássemos até aqui. Conscientes de nossa perenidade, sem compreensão sobre o que nos cerca. Afinal, TUDO isto que somos é apenas aquele pequeno pontinho preto à esquerda na foto? Me lembrei de vocês e do seu 17... Afinal, no meio desta transitoriedade toda, existe algo maior e permanente, que é o Amor. Chegando ao seu blog, vi seu poema. E fui dormir mais tranqüila. Todos somos inquilinos deste suspiro que é viver. Você é feliz! Tem Gabriel com vc.

Beth Guedes disse...

Bruno Querido e Querida Izabella
Lindo cantor (coisa de fã, sorry), Bela Companheira
Olhando ontem a foto da Nasa que mostra o trânsito de Vênus entre a Terra e o Sol, fiquei pensando: bilhões de anos, e acasos, foram necessários para que a natureza nos "montasse" para que chegássemos até aqui. Conscientes de nossa perenidade, sem compreensão sobre o que nos cerca. Afinal, TUDO isto que somos é apenas aquele pequeno pontinho preto à esquerda na foto? Me lembrei de vocês e do seu 17... Afinal, no meio desta transitoriedade toda, existe algo maior e permanente, que é o Amor. Chegando ao seu blog, vi seu poema. E fui dormir mais tranqüila. Todos somos inquilinos deste suspiro que é viver. Você é feliz! Tem Gabriel com vc.

Anônimo disse...

Bruno,Boa Noite!

Estou vivendo o mesmo momento que vc, meu dia de gravidez ao contrário foi no dia 24 de julho de 2012, foram 34 anos de muito amor e ele nos deixou tb em um acidente aéreo, foi muito reconfortante ler seus textos.

Luiza disse...

Bruno, cada vez mais vejo como vc é um cara iluminado!
Não sou muito religiosa, mas acredito que Deus só nos dá aquilo que conseguimos suportar. Muito triste, mas ele sabia que vc era forte, um guerreiro que iria ser um exemplo de guinada de vida para todos nós.
Grande abraço! Muita força!