sexta-feira, 5 de junho de 2009

Minha manhã sozinho com o Gabriel

Fernanda me avisou:"Terça feira, terei que sair cedo e só chegarei após o meio-dia". Passaria a manhã inteira com o Gabriel. Eu já acordo com ele, levo-o para passear, dou banho, mas estava morrendo de medo de esquentar e dar o almoço sozinho a ele. Para piorar, o dia estava frio, nublado e ventando. Ficar sem sair de casa era um convite ao tédio. Bem, o jeito foi encarar o desafio. Assim que Fernanda saiu, tive uma conversa séria com Gabriel: "Agora somos só nós dois, ok?".

Deu tudo certo. Preparei o suquinho, desci com ele pra sala de recreação infantil do condomínio e lá fiquei até a hora de subir para fazer o almoço. Entre idas e vindas da cozinha à sala de casa, fui esquentando o feijão, arroz, carne moída e legumes.
Ele comeu tudo direitinho!

Na hora da sobremesa, brinquei com a gelatina. Acho que ele estranhou um pouco. Afinal, quem quer comer uma coisa que se mexe na colher?



Quando Fernanda chegou, ele estava de banho tomado, almoçado, dormindo, os pratos lavados, tudo guardado e pronto. Fernanda nem acreditou. Quer saber? Adorei!

E acho que ele também!

Nenhum comentário: